SIG e dados geográficos

Essa semana fui convidado a apresentar para um curso de introdução ao SIG, oferecido epla Universidade Federal do ABC, sobre o que seriam os SIGs e os dados geográficos. Sem saber o que e qual nível técnico abordar o tema, decidi sair pela tangente abordando o tema por uma abordagem mais filosófia.

Aos que tenham interesse, ou curiosidade:

Agradeço à professora e grande amiga, Angela Fushita!

Publicado em Banco de Dados Geográficos | Deixe um comentário

We R Live: R para análise espacial

Pois é, já faz tempo que não escrevo por aqui. Mas para tentar reativar, resolvi comentar sobre uma iniciativa que estou desenvolvendo junto com o Mauricio Vancine, lá no canal do GeoCast Brasil.

Se trata de uma série de lives sobre o uso do R para análises espaciais. Começamos do básico (instalação do R e RStudio) e aos poucos estamos complexificando, mas com muita calma, pois a ideia é apoiar aquelas pessoas que sempre quiseram aprender R, mas se sentiram intimidadas por se tratar de uma linguagem de programação.

 

As últimas três lives foram dedicadas à introudção à estatística espacial. Nessa série fiz uma apresentação, tanto conceitual, como prática, das análises de processos pontuais.

 

Não perca essa oportunidade, convide seus amigos!

Nos vemos nas próximas lives ;)

Publicado em Analise Espacial, R | Marcado com , , , , , | Deixe um comentário

Ciencia abierta y la inaccesibilidad de la ciencia

Ano passado particpei de uma proposta de financiamento para projeto de Pesquisa da CYTED.
Como tivemos nossa proposta aprovado, estarei colaborando com a rede GeoLIBERO, que articula diversas instituições e pesquisadores.

Por este motivo, divulgarei por aqui as publicações relacionadas ao nosso trabalho.
Espero que aproveitem!
Abraços

GeoLIBERO

Hace un par de semanas, circuló por las redes sociales la imágen del artículo “La creciente inacesibilidad de la ciencia” (traducción libre del inglés: “The growing inaccessibility of science”), publicado en el periódico científico Nature que, de forma irónica, presentaba los valores (nada módicos) para que uno pueda leer dicho artículo.

photo_2020-03-06_14-31-51 Figura fictícia ironizando la dificultad del acceso a los artículos científicos dado su alto costo, incluso para un artículo que habla tel tema.

Aunque se trata de una imágen falsa, ya que el mismo artículo se encuentra accesible a cualquiera de forma gratis, esa es la realidad generalizada. Es inegable la importancia de los periódicos científicos para la evolución de la ciencia. También es un hecho que, la infraestructura necesaria para mantener dichos pariodicos, necesitan de inversión. Sin embargo, el hecho de se derivar los valores hacia los investigadores interesados en consumir el contenidos, bien como los valores…

Ver o post original 356 mais palavras

Publicado em Banco de Dados Geográficos | Deixe um comentário